Início Notícias

Prefeitura de SP diz ter vacinado 100% do público-alvo com a 1ª dose

18/08/2021

42,7% das pessoas com 18 anos ou mais estão totalmente imunizadas

Poder360
18.ago.2021 (quarta-feira) - 6h08
atualizado: 18.ago.2021 (quarta-feira) - 6h08

A Prefeitura de São Paulo disse que vacinou toda a sua população com 18 anos ou mais com ao menos a 1ª dose de imunizante contra covid. Segundo o município, a marca foi alcançada às 13h de 3ª feira (17.ago.2021).

Agora, afirmou a Prefeitura, o desafio é fazer com que as pessoas completem o esquema vacinal. Até 6ª feira (13.ago), 211.228 cidadãos não haviam comparecido ao posto de saúde para tomar a 2ª dose.

Pelo Twitter, a administração paulistana informou que, ao todo, 8.929.953 pessoas tomaram a 1ª dose e outras 318.498 receberam dose única. Assim, o índice chegou a 100,2% do público-alvo.

“Com esses números alcançados, só temos motivos para comemorar e agradecer a população por ter aderido à imunização”, comemorou o prefeito Ricardo Nunes (MDB), em nota.

A contagem tem como base a estimativa da população da capital, que é de 9,2 milhões de habitantes, segundo o governo do Estado. A Secretaria Municipal da Saúde explicou que isso não significa que todos os moradores da cidade foram vacinados, pois muitos ainda não foram aos postos de saúde. No início da aplicação da vacina, as unidades não pediam comprovação de endereço. A exigência entrou em vigor em maio.

Os números colocam a capital paulista à frente de grandes centros urbanas como Londres (81,2%) e Nova York (62,6%), que deram início à vacinação anticovid em dezembro de 2020, enquanto as primeiras doses foram aplicadas em São Paulo em janeiro.

O mesmo acontece com outras capitais do Brasil: Rio de Janeiro (88,2%), Porto Alegre (82,8%), Salvador (96,5%) e Belo Horizonte (70,7%). O percentual para 1ª dose também supera o de países como Israel (64,7%), França (68,9%), Alemanha (63,5%) e Japão (50,1%).

Entre os desafios globais da vacinação, está convencer as pessoas a compareceram aos postos.

Só no último fim de semana, mais de 500 mil doses foram aplicadas na Virada da Vacina. Durante 34 horas consecutivas, jovens de 18 a 21 anos puderam se vacinar contra covid.

Nesta 4ª (18.ago), começa a imunização de adolescentes de 16 e 17 anos, com deficiência permanente ou comorbidades, além de grávidas e puérperas dessa faixa etária.

Outra meta é a aplicação da 2ª dose do imunizante. De acordo com boletim emitido nessa 3ª (17.ago), 42,7% da população com 18 anos ou mais está totalmente vacinada. Eis a íntegra (207 KB).

Nos casos de não comparecimento, ainda de acordo com a Prefeitura, agentes comunitários da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) fazem visitas às casas das pessoas para entender o motivo da falta no dia agendado para a 2ª dose e alertam sobre a importância da imunização completa.

Segundo a secretaria de Saúde, até a 3ª feira (17.ago), a cidade já registrou cerca de 1,4 milhão de casos confirmados de covid-19 e 36.383 mortes pela doença.
ENVIO DE VACINAS

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), cumprimentou na 3ª feira (17.ago) o ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), pela decisão favorável ao envio de vacinas à São Paulo para completar a imunização de quem já tomou a 1ª dose.

A decisão do ministro foi em resposta a um processo movido pelo Governo de São Paulo para contestar a redução da distribuição de imunizantes enviados ao Estado. O Governo paulista diz ter sofrido com corte de 228 mil doses da Pfizer. O Ministério da Saúde