Início Notícias

Por meio do CVC, buscamos sinergia com negócios, diz Eurofarma

13/10/2021

Empresa já fez cinco investimentos usando o modelo

Renée Pereira

10 out 2021 05h11

Na Eurofama, o Corporate Venture Capital (CVC) foi criado em maio de 2019 e já investiu em cinco empresas. Outras duas passam, no momento, por um processo de due diligence (avaliação). O objetivo é chegar a dez investimentos até o fim do ano que vem, quando a carteira será fechada.

No total, o fundo foi criado com R$ 45 milhões, sendo que R$ 15 milhões já foram desembolsados. Temos o objetivo de criar uma nova carteira, sempre com o foco em saúde, diz Helton Carvalho, diretor de empreendedorismo e digital da Eurofarma.

Ele acredita que o CVC fecha o ciclo de inovação aberta dentro da empresa, que já acelerou 40 startups (serão 50 até o fim do ano). Com o fundo, a companhia busca retorno financeiro, mas também quer negócios que tenham sinergia com a empresa, diz Carvalho. Em boa parte das investidas, a Eurofarma entra com participação minoritária, mas sempre está presente nas reuniões. Esse negócio une o que há de melhor nos dois mundos. A startup tem oportunidades dentro da organização, e a organização pode ter mais agilidade com a startup.

Algumas empresas com participação da Eurofarma já prestam serviço ou vendem seus produtos para o grupo, conta o executivo. Temos startups que, depois de seis meses de aporte, já estão dando retorno financeiro. Dentro de um CVC tanto a parte financeira, quanto a estratégica são importantes.